Rap Plus Size

Rap Plus Size’ faz show gratuito na programação do Flipoços

“Duo formado por Sara Donato e Ipê se apresenta durante o Encontro de Arte da Periferia”

 

Com músicas que versam sobre corpo, feminismo e quebra de padrões, o Rap Plus Size, formado pela  dupla Sara Donato e Ipê fazem um show na 14ª edição do Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, o Flipoços. A apresentação ocorre no dia 03 de maio às 19h30 na Arena Cultural e é parte do Encontro de Arte da Periferia, realizado no festival desde 2009.  A entrada é gratuita.
Com curadoria compartilhada entre a realizadora do evento, Gisele Corrêa Ferreira e  da jornalista Jéssica Balbino, o encontro reúne autores de literatura marginal e periférica e o encerramento fica por conta da dupla, que vive em São Paulo e prepara um novo disco em estudo. O duo, que se juntou após consolidadas carreiras solo, faz uma mescla entre música e ativismo e apresentam as canções que integram o álbum Rap Plus Size, que pela primeira vez no cenário musical brasileiro discutiu questões como gordofobia e gênero. As artistas apostam também em novas músicas, como os sucessos “Toda Grandona” e “Sua ex te odeia”.
“Estamos muito animadas com essa possibilidade de participação no Flipoços. Será nosso primeiro show na cidade e vamos levar, como sempre, nosso melhor. Nosso trabalho é também muito poético e dialoga muito com a literatura marginal e periférica. Ficamos muito felizes com o convite”, destacou o duo. 

Para a curadora do evento, Gisele Corrêa Ferreira, é uma honra poder continuar realizando o encontro. “O encontro surgiu em 2009 e fomos o primeiro festival literário do país a incluir o hip-hop na programação. Desde então, recebemos grandes nomes no nosso palco, como MV Bill, Dexter, Sérgio Vaz, Alessandro Buzo, Roberta Estrela D´Alva, Mel Duarte, Luiza Romão, entre outros. Estamos muito empolgados em continuar realizando, porque é nosso momento de dialogar com os autores periféricos e com o público da periferia que consome literatura. Acreditamos muito na formação de novos leitores e estes encontros são fundamentais para isso. Vamos celebrar 10 anos do encontro dentro da programação em grande estilo”, comentou.
Já para Jéssica Balbino, que contribui com a curadoria do encontro, ter um duo como Rap Plus Size mostra a evolução do festival. “O Flipoços sempre trabalhou com pautas identitárias e sempre tentou ser vanguarda no que fiz respeito aos temas e encontros. Antes de qualquer outro festival pensar em trabalhar com arte da periferia, os encontros já ocorriam e reuniam representantes da cultura periférica de todo o país. Agora é muito o momento de falarmos sobre corpo, sobre gordofobia, sobre representatividade e ninguém melhor do que oRap Plus Size para isso”, acrescentou.

Duo formado por Sara Donato e Ipê se apresenta durante o Encontro de Arte da Periferia.