Literatura policial, suspense e terror são destaques na ‘Quinta-Feira Noir’ no Flipoços

Com palestra sobre medos e oficina sobre literatura de terror, autores Victor Bonini e Marcos DeBrito prometem arrepiar o público.

Imagine a cena: o capítulo da série está terminando. Você está na ponta do sofá esperando algo acontecer. Seu coração bate mais forte de tanto suspense. Então, algo completamente avesso ao que se esperava abate o personagem na tela. Uma reviravolta que termina com aquele baita gancho. E você fica de queixo caído sem conseguir desgrudar da tela. “Que loucura! Quero ver mais”, você diz. E com os livros de terror e suspense não é diferente. Como fazer os leitores ficarem grudados no livros?
Esse é o ponto da inédita Quinta-feira Noir – um encontro com a literatura policial que ocorre de forma inédita no Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, o Flipoços, no dia 03 de maio às 19h, em uma mesa com os autores de terror e suspense Victor Bonini e Marcos DeBrito que vão falar sobre “Medo, surpresas e reviravoltas – a nova literatura nacional de terror e mistério”. A mediação será de Pedro Almeida. A mesa é um oferecimento da Faro Editorial.
Workshop para novos escritores
Além do bate-papo, os autores Victor Bonini e Marcos DeBrito farão um workshop gratuito para novos escritores. No encontro, eles vão contar sobre os processos criativos dos livros, a construção dos personagens, o contato com a editora e com os leitores. O workshop ocorre no dia 4 de maio às 13h30.
Os escritores são destaques e grandes nomes da literatura de terror contemporânea, apesar da pouca idade. Victor Bonini tem apenas 24 anos, nasceu em São Paulo, morou em Vinhedo, interior do estado, e voltou à capital aos 18 anos para cursar jornalismo. Sempre lhe perguntam se, ao longo da vida, havia indícios de que seria um autor de mistério. Aos sete anos, escolheu o filme Pânico como tema da festa de aniversário. Na universidade, seu elogiado trabalho de conclusão de curso, em parceria com Mariana Janjácomo, foi um livro sobre o caso Pesseghini, apresentando vários aspectos do crime que chocou o país em 2013. E aos 22 anos, quando lançou seu primeiro livro, Colega de Quarto, pela Faro Editorial, o autor finalmente entendeu que escrever é a forma de dar vazão a debates internos sobre a lógica de crimes e a mente dos psicopatas — pensamentos que o assombram como ideias para a ficção, querendo emergir. Victor passou pelas redações da GloboNews, TV Gazeta e Revista Veja. Atualmente é repórter da TV Globo, em São Paulo.
Já Marcos DeBrito é um cineasta premiado e considerado uma revelação na produção de filmes de suspense e terror no país, especialmente pela renovação que traz. Começou a escrever histórias que lhe vinham à cabeça apenas para lidar com seus próprios medos, na esperança de esconjurar seus demônios e calar as vozes que não o deixavam em paz.
O autor vem sendo considerado a grande renovação na produção de filmes de suspense e terror no Brasil. Começou a escrever histórias que lhe vinham à cabeça apenas para lidar com seus próprios medos e sua produção já começa a ser premiada ao redor do mundo, com presença em festivais da América do Norte e Central, Ásia e Europa.
O destaque de sua produção está na crueza como retrata as diferentes faces do mal, mas não é apenas isso. Todas as suas histórias contêm elementos de mistério e surpresas que desafiam o público a desvendar a mente dos personagens. Diretor, roteirista e escritor, “O Escravo de Capela” é seu terceiro livro publicado. “Condado Macabro”, seu primeiro longa-metragem, foi lançado nas salas comerciais em 2015 e vem mostrando a força de sua narrativa em festivais por todo o país e no exterior.

Cinema de terror gratuito
Já no dia 04 de maio às 16h, o autor Marcos De Brito vai debater o cinema de terror com exibição de seus curtas. A atividade faz parte do Circuito Pegada Literária e vai acontecer no Instituto Moreira Sales (IMS), dentro da programação oficial do Festival Literário de Poços de Caldas, com o tema “O cinema de Marcos DeBrito”.

O Flipoços
O Flipoços 2018 e a 13ª Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas são realizados pela GSC Eventos Especiais e acontecem de 28 de abril a 06 de maio no Espaço Cultural da Urca. O Flipoços 2018 conta com o patrocínio do DME, BDMG Cultural, Codemge Climepe, Fibrax, Pólen um produto Suzano e Prefeitura de Poços de Caldas. Parceiro Cultural Sesc Minas, Instituto Camões, Editoras Sextante, Dublinense, Malê, Faro Editorial, Aletria, Leya, Trilha Educacional, Edições Sesc São Paulo. Mais informações ligue (35) 3697 1551. Programação completa na revista virtual no site www.flipocos.com

Informações para a Imprensa
Jéssica Balbino
balbino.jessica85@gmail.com 
35 3697 1551 | 35 9 9160 3755