Mesa Inédita

Flipoços reúne curadores de festivais literários do Brasil e de Portugal em mesa inédita

“Responsáveis pelo Folio, Flii, Flip, Ler e Correntes D´Escrita encontram-se em Poços de Caldas”

 

Está marcada para o dia 04 de maio às 15h30, no Teatro da Urca uma mesa com curadores de alguns dos principais Festivais e Festas Literárias do Brasil e de Portugal dentro da programação da 14ª edição do Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, o Flipoços. Essa iniciativa começou ano passado quando a curadora do Flipoços, Gisele Corrêa, foi convidada para participar da mesa de curadores no Folio, de Óbidos, Portugal. A participação da curadora fez parte de um projeto intitulado “Flipoços na Estrada” que iniciou em 2018 e que tem como objetivo levar atividades, autores e ações culturais com a marca Flipoços para todo o Brasil e outros países.

Dando continuidade a roda de conversa iniciada em Portugal, a mesa se repete em Poços de Caldas e com outras participações. A mesa “Intercâmbio, integração e interação – fatores importantes para a sustentabilidade dos festivais” contará com as presenças de José Pinho, (curador do Folio, Óbidos, Portugal); Ana Filomena Amaral (curadora Festival Literário Internacional do Interior – Palavras de Fogo, Lousã, Portugal); Julio Silveira (Ler – Salão do Livro Carioca, Rio de Janeiro, Brasil); Mauro Munhoz (realizador da Flip, Festa Literária Internacional de Paraty, Brasil); Manuela Ribeiro (curadora do Festival Correntes D’Escritas, Póvoa de Varzim, Portugal), mas na mesa “brasileira” integram ainda a escritora e curadora Guiomar de Grammont (Fórum das Letras, Ouro Preto, Brasil) e Carlos Moura-Carvalho (curador do Abecedário - Festival da Palavra, Lisboa, Portugal), festival recentemente iniciado em Portugal. A mediação ficará a cargo da anfitriã do Flipoços, Gisele Ferreira.

“Entendo a importância desses encontros não só como ponto de fortalecimento dos nossos festivais, mas, sobretudo, como quebra de fronteiras entre nossas relações. Sendo no Brasil ou em Portugal, nossos objetivos são os mesmos, ou seja, fomentar o livro, leitura e literatura e formar leitores conscientes. Nesse sentido, essa iniciativa pioneira no Brasil aqui no Flipoços, tem tudo para dar excelentes frutos e intercâmbios fenomenais, afinal, a literatura é sem fronteiras”, enfatiza Gisele Ferreira. “Estou muito feliz em receber meus colegas de luta em Poços e mostrar para o público a forte ligação entre o Brasil e Portugal não só na questão literária, mas como, oportunidades de turismo cultural literário”, destacou.



Ana Filomena Amaral, Julio Silveira, Carlos Moura-Carvalho, Mauro Munhoz, Manuela Ribeiro, Guiomar de Grammont e Gisele Ferreira