Flipoços na estrada 2019

Flipoços na Estrada 2019 esteve em Portugal

Iniciado em 2018, o projeto “Flipoços na Estrada” passou por Belo Horizonte, Brasília, São Paulo, Portugal, onde a curadora participou do Folio como convidada e ainda levou a autora Monja Coen como autora especial do Flipoços em Portugal.

Dessa vez, o “Flipoços na Estrada” esteve mais uma vez em Portugal, mas para participar do RHI_Think, uma iniciativa da gestora cultural Ana Miranda do Art Institute de Nova York que promove há mais de oito anos a cultura Portuguesa Contemporânea e a Língua Portuguesa não só nos Estados Unidos como em vários países do mundo.

A participação do Flipoços, Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, único festival literário do Brasil convidado nessa primeira edição do RHI, aconteceu no painel “Turismo, Cultura & Festivais" que contou com a presença também de José Antônio Falcão, curador do Festival Terras Sem Sombra, um maravilhoso festival de música erudita que acontece no Alentejo; Paula Ganhão, a coordenadora do Folio – Festival Literário Internacional de Óbidos e a mediação foi do Nicolau Santos, diretor da Agência Lusa.

Agora o Flipoços na Estrada, se prepara para a edição de 2020 onde vai circular em outras paragens e levar o nome de Poços de Caldas novamente para fora do País e outras localidades no Brasil.

“Pensamos que a representação do Flipoços e apresentação do seu case study, acrescentará muito ao diálogo nos painéis da área da Literatura, onde participam diversos interlocutores literários Portugueses e Internacionais. Será uma grande alegria receber a curadora do Flipoços no RHI podendo contribuir com sua vasta experiência cultural literária e assim consolidar o intercâmbio entre Brasil, Poços de Caldas, Portugal”, conta Ana Miranda realizadora do RHI_Think.


O painel contará ainda com a presença do Presidente da Câmara de ÓbidosHumberto da Silva Marques e também com José António Nunes Mexia Beja da Costa Falcão, Vice-Presidente da Europae Thesauri, a associação europeia de museus e tesouros eclesiásticos, com sede em Liège e Gerente Geral do Festival “Terras Sem Sombra”.

Para Gisele Ferreiracuradora do Flipoços o convite é uma honra e um momento para a discussão e criação de um novo diálogo entre Arte, Cultura & Negócios.

Gisele Ferreira, Curadora do Flipoços.