Flipoços em Portugal

Flipoços inicia nova fase em Portugal no Festival Literário de Óbidos


“Folio recebe atividades do Flipoços”

A convite da Sociedade Vila Literária de Óbidos - Associação Cultural, o Flipoços integrará a programação oficial do festival português que ocorre em Óbidos de 27 de setembro a 07 de outubro. Óbidos é uma vila portuguesa do distrito de Leiria, sub-região do Oeste, região Centro. É sede de um município com 141,55 km² de área e 11.772 habitantes, subdividido em 7 freguesias. O município é limitado a nordeste e leste pelo município das Caldas da Rainha, a sul pelo Bombarral, a sudoeste pela Lourinhã, a oeste por Peniche e a noroeste tem costa no oceano Atlântico. A entidade que realiza o Folio – Festa Literária de Óbidos, foi criada em Abril de 2013 tendo como um dos objetivos, criar e desenvolver em Óbidos o primeiro projeto de Cidade do Livro em Portugal.
O Flipoços, Festival Literário de Poços de Caldas é uma iniciativa que caminha para a 14ª. edição e que sobretudo tem se firmado como um dos festivais brasileiros que mais tem destacado e valorizado a literatura lusófona, sobretudo, a literatura portuguesa e moçambicana. Assim, pelo reconhecimento do trabalho em prol do desenvolvimento da língua portuguesa e pela referência como um dos mais importantes festivais literários realizados no Brasil, a curadora do Flipoços, Gisele Corrêa Ferreira, estará representando não só o Festival como a cidade de Poços de Caldas no Folio em Óbidos, de 5 a 7 de outubro. “Para mim, é uma grande alegria compartilhar parte da minha experiência em terras lusitanas e com amigos de outros países. Quando o Pedro Sousa, curador do Festival me convidou senti que a minha vontade de levar um pouco do Flipoços para Portugal começa a se concretizar”, enfatiza ela. 
Um dos pontos que mais estimulou a curadora do Flipoços a buscar uma oportunidade para levar um “braço” do Flipoços para Portugal deve-se ao fato de Poços de Caldas, cidade do sul de Minas Gerais, ser cidade irmã de Caldas da Rainha, de Portugal através de um contrato que foi assinado de “intenção de geminação” em 2001. O documento assinado entre as duas cidades naquele ano, fortalece a lusitaniedade comum não só pelas características termais como também pela Arte, Literatura e Museologia. Além disso, Poços de Caldas, aderiu ao European Historic Thermal Association (EHTTA) em fevereiro de 2017, o que a torna a primeira cidade brasileira e a única fora da Europa a integrar uma rota termal mundial, na qual estão inseridos importantes balneários europeus. O termo de adesão de Poços de Caldas à rota foi assinado em fevereiro de 2017 em Caldas da Rainha, com a presença do prefeito de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo e do prefeito de Caldas da Rainha, Tinta Ferreira. 
Desde que recebeu a cidadania portuguesa em 2015 e pelos fortes laços familiares que ainda possui em Portugal, a curadora Gisele Ferreira, vem acalentando o desejo de levar a literatura brasileira, sobretudo, a poços-caldense para terras lusitanas. “Poços de Caldas é uma cidade eminentemente literária. Desde sua fundação em 1872, Poços é um celeiro de grandes escritores nascidos, vividos ou que simplesmente passaram por aqui para descansar ou escrever. Até hoje essa é uma característica da nossa cidade e com o surgimento do Flipoços esse celeiro de escritores aflorou ainda mais”, enfatiza a Curadora.

Clique aqui e confira toda a programação da participação do Flipoços em Folio>>>

 

Sobre o Folio 2018
O festival português que acontece desde 2013, é um dos grandes atrativos de Portugal. O Folio recebe por ano e durante 11 dias dezenas de autores (portugueses e estrangeiros). Alguns nomes maiores da literatura mundial. São 11 dias em que as ruas de Óbidos vibram com música, teatro, performance, cinema, tertúlias, mesas redondas e exposições. Acolhendo prestigiados autores nacionais e internacionais, ilustradores, músicos, pintores, livreiros, poetas, professores, políticos, jornalistas, curadores e tantos outros. A temática principal do Folio 2018 será “Invenção do Futuro, o Ócio, o Negócio e o medo”. Nesse sentido, o Flipoços vai apresentar duas atrações no Folio: uma mesa em que convida autores portugueses que já estiveram no Flipoços, sobretudo, os que estiveram pela primeira vez no Brasil e em um festival brasileiro, como foi o caso de João Pinto Coelho. Nessa mesa a curadora quer traçar um paralelo entre o “medo do desconhecido” de uma participação de um autor no Brasil e sua própria participação pela primeira vez em um festival em Portugal. Além desse bate papo, a curadora vai participar também de uma mesa sobre as festas literárias brasileiras, além de apresentar escritores brasileiros inéditos em Portugal. Em dezembro de 2015 a UNESCO considerou Óbidos como Cidade Literária, como parte do programa Rede de Cidades Criativas. Além de sua herança material, Óbidos é hoje uma das principais joias do país, mantendo-se um exemplo bem preservado da arquitetura medieval; suas ruas, praças, muros e castelo são procurados por muitos turistas do mundo todo.

O Flipoços 2019 com o tema “Literatura Sem Fronteiras” vai acontecer de 27 de abril a 05 de maio de 2019 em Poços de Caldas, será também apresentado em Portugal e ano que vem será a vez da participação dos organizadores do Folio no Flipoços. Breve novo site estará no ar com várias novidades. Acesse www.flipocos.com